Semana em 1 Minuto Fechar

Você não precisa pagar tarifas bancárias!

12 de setembro de 2018 Daiane MohrDaiane Mohr

Quem já não se frustrou ao abrir seu extrato bancário e perceber que teve uma cobrança da famosa tarifa de manutenção de conta ou, pior,  percebeu que sua tarifa de manutenção de conta aumentou e você nem foi informado.

Os bancos comerciais cobram uma tarifa de manutenção de conta mensalmente, que se refere a um pacote de serviços oferecidos pela instituição.

Dentro desse pacote, normalmente, consta quantidade de saques, depósitos, folhas de talão de cheque, TEDs e DOCs que o correntista pode efetuar por mês sem ter uma cobrança extra por serviço individual.

O que deveríamos fazer de imediato é uma análise do que o pacote contratado nos oferece e o que de fato usamos. Temos por hábito não pesquisar ou comparar serviços que nos são oferecidos, inclusive quando o assunto é financeiro.

Podemos dar um exemplo claro disso. Quando decidimos trocar de carro, analisamos todas as possibilidades, vamos a todas as concessionárias da cidade, fazemos test drive, pesquisamos na internet índice de satisfação dos usuários daquele carro, olhamos a desvalorização na tabela Fipe, calculamos custo de seguro, consumo, IPVA e tudo o que estiver ao nosso alcance.

E, normalmente, não damos essa ênfase quando o assunto é serviços que adquirimos na instituição financeira em que temos conta.

Fato é que a maioria das pessoas não tem conhecimento do que seu pacote de serviços oferece e acaba não fazendo uma análise se está no pacote certo ou se poderia pagar nada.

Isso mesmo, pagar nada. Digo isso porque, em uma regulamentação de 2010, o Banco Central instituiu que todo banco deve oferecer aos seus correntistas um Pacote de Serviços Essenciais sem custo algum.

Esse pacote possui uma quantidade pré-determinada dos serviços:

  • 4 Saques mensais;
  • 10 Folhas de talão de cheque;
  • Consultas ilimitadas pela internet;
  • 2 Extratos mensais;
  • 2 Transferências entre contas da mesma instituição financeira;
  • Cartão de débito.

Ainda que eventualmente você utilize algum serviço que não está contemplado nesse pacote, vale a pena calcular o pagamento eventual daquele serviço.

Por exemplo, tirou um extrato a mais ou fez um saque a mais, você pagará exatamente por aquele serviço a mais de acordo com a tabela de tarifas vigente da instituição, porém que normalmente é bem mais barato do que pagar uma tarifa de manutenção de conta mensal.

O cliente tem o direito de optar por esse pacote no momento da abertura da conta ou a qualquer tempo que entender que os serviços disponibilizados dentro desse pacote são suficientes para as transações que opera no decorrer de um mês.

É preciso solicitar esse pacote ao seu gerente ou no momento da abertura da conta. Normalmente, essa opção de pacote não é oferecida de forma proativa pela instituição.

Outra opção disponível no mercado e que vem ganhando bastante popularidade são as contas digitais. Se você tem o perfil de realizar suas operações através de meios eletrônicos, smartphones, tablets ou Internet Banking, essa pode ser uma solução interessante.

Os bancos digitais não têm à disposição um espaço físico onde você possa ter atendimento presencial, mas facilitam a sua vida em um clique.

A abertura das contas é feita totalmente de forma digital e está disponível tanto para pessoa física como para jurídicas; as ofertas continuam aumentado a cada dia e vale a pesquisa de qual das contas digitais mais lhe atendem.

No quesito segurança, vale ressaltar que os bancos e as fintechs têm investido muito em tecnologia e segurança para deixar as transações mais seguras. Além do mais, casos que se comprovem falha na segurança virtual são de responsabilidade dos bancos, que precisam ressarcir os prejuízos.

Com essas dicas, você poderá economizar um bom valor no ano (pelo menos R$300,00) e destinar esse valor a algo que lhe traga um benefício maior!

Veja Também