Semana em 1 Minuto Fechar

Semana em 1 Minuto #91: Brasil e a OCDE, Comunicado do Fed, Guerra Comercial, IPCA de Setembro, e mais!

11 de outubro de 2019 PatrimonoPatrimono

Se você preferir, pode ouvir este resumo em áudio aqui:

Além disso, você pode ouvir o Semana em 1 Minuto no seu leitor de podcast favorito!

Brasil e a OCDE, Comunicado do Fed, Guerra Comercial, IPCA de Setembro, e mais. Confira abaixo essas e outras notícias da semana:

BC propõe abertura de conta em dólar –
O Banco Central apresentou ao Congresso um projeto de modernização do mercado de câmbio que permite que a autoridade monetária amplie a possibilidade de empresas e famílias manterem contas em dólares no país.

Segundo o projeto, a intenção do BC é que isso ocorra “gradualmente e com segurança”. Ainda de acordo com a entidade, a abertura de contas em moeda estrangeira é permitida a pessoas físicas e jurídicas em economias avançadas e nos principais países emergentes.

EUA reafirma apoio ao Brasil na OCDE, mas sem prazo –
O presidente norte-americano Donald Trump chamou de “fake news” a informação de que os Estados Unidos haviam negado apoio ao ingresso do Brasil na Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Segundo a Bloomberg, o governo norte-americano havia se posicionado contra inclusão do Brasil e endossado apenas a entrada da Argentina e da Romênia, já que esses países haviam apresentado o pedido antes. Apesar de Trump reiterar o endosso ao Brasil, os Estados Unidos ainda não se manifestaram sobre o prazo em que o apoio formal ao processo deve acontecer.

Federal Reserve –
O presidente do Fed (banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell, afirmou que a economia dos EUA enfrenta alguns riscos para crescer, mas continua em boa situação. Um dado que reforçou a afirmação de Powell foi a geração de mais de 135 mil empregos em setembro.

O resultado foi a queda da taxa de desemprego para 3,5%, a menor em 50 anos. Powell também anunciou que em breve a autoridade monetária elevará gradativamente o volume de compras de títulos do tesouro americano. O intuito é injetar liquidez no mercado monetário dos EUA e controlar as taxas de juros de curto prazo. Além disso, afirmou que os dados econômicos não indicam risco de um novo corte na taxa básica de juros.

Nova rodada de negociações entre EUA e China anima mercados –
Encontro de Trump com vice-primeiro-ministro da China ditará ritmo do mercado financeiro. Segundo o presidente americano, os países estariam prestes a fechar um pacto cambial, como parte de um acordo maior.

Barreiras tarifárias previstas para entrarem em vigor na semana que vem pelos americanos contra os chineses, inclusive, poderiam ser suspensas. A possibilidade de que os países cheguem a um acordo, ainda que seja provisório e parcial, deixa investidores otimistas em todo o globo em meio a receios de uma desaceleração econômica mundial possa ganhar força com os embates entre EUA e China.

Brasileiro gasta mais com tarifas bancárias –
Segundo a mais recente Pesquisa de Orçamentos Familiares (POF), divulgada pelo IBGE, a fatia da renda dos brasileiros destinada aos bancos em um período de quase 10 anos cresceu 150% – em 2018, esse custo consumia 1% da renda das famílias, ante 0,4% no levantamento anterior, realizado em 2009.

Nesse tempo, o número de cartões de crédito ativos no sistema financeiro cresceu 34% e as tarifas de anuidade avançaram ao redor de 80%, segundo o Banco Central.

País registra deflação em setembro –
O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) registrou deflação de 0,04% em setembro, segundo dados do IBGE. O número é o menor para um mês de setembro desde 1998, quando a inflação ficou em -0,22%.

A inflação negativa foi puxada sobretudo pela queda nos preços de alimentos e bebidas (-0,43%), que tiveram impacto de -0,11 ponto percentual no índice geral. O IPCA de setembro reforça a expectativa de um corte maior nos juros pelo Banco Central na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom).

Estas foram as principais notícias desta semana.
Ótimo final de semana e até a próxima sexta!

Veja Também