Semana em 1 Minuto Fechar

Semana em 1 Minuto #88: BC e Fed cortam juros, Crescimento Mundial, Petróleo, e mais!

20 de setembro de 2019 PatrimonoPatrimono

Se você preferir, pode ouvir este resumo em áudio aqui:

Além disso, você pode ouvir o Semana em 1 Minuto no seu leitor de podcast favorito!

BC e Fed cortam juros, Crescimento Mundial, Petróleo, e mais. Confira abaixo essas e outras notícias da semana: 

Prévia do PIB registra retração em julho –
O Índice de Atividade Econômica do Banco Central registrou uma retração de 0,16% em julho com relação ao mês anterior. O índice de julho veio após dois meses de alta: maio (1,16%) e junho (0,34%).

Em sete meses de 2019, foram registradas apenas duas altas na prévia do PIB, que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país. No acumulado do ano, houve alta de 0,78%.

Petróleo –
Duas instalações da Saudi Aramco, empresa de petróleo da Arábia Saudita, sofreram ataques por drone, causando incêndios. Os alvos foram as plantas de processamento de petróleo Hijra Khurais e Abqaiq, que produzem cerca de 8,5 milhões de barris de petróleo por dia, o equivalente a 8% do total de barris do mundo.

O governo dos Estados Unidos acredita que o Irã é o país responsável pelo comando do ato e se colocou à disposição para apoiar a área de defesa da Arábia Saudita. Segundo dados da Bloomberg, os preços do petróleo tiveram uma alta de 19,5%, a maior alta desde 1991.

Banco Central estipula menor Selic da história –
O Comitê de Política Monetária decidiu fazer o segundo corte seguido de 0,5% na Selic, que chega a 5,5%, a menor taxa básica de juros da história.

No comunicado, o Copom reforçou a ideia de que o ciclo de corte de juros não acabou, avaliando “que a consolidação do cenário benigno para a inflação prospectiva deverá permitir ajuste adicional no grau de estímulo”. A expectativa do mercado é de que os juros encerrem o ano em 5%.

Crescimento mundial –
A Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou relatório onde revisou para baixo as suas expectativas de crescimento da economia mundial. Para a organização, caso as projeções se confirmem, poderemos ter as menores taxas de crescimento anuais desde a crise financeira de 2008.

As estimativas apontam que a economia global deve crescer até 2,9% neste ano e 3% em 2020.

Federal Reserve –
O Federal Reserve (Fed), banco central dos Estados Unidos, injetou bilhões de dólares no sistema financeiro para conter o aumento nas taxas de financiamento de curto prazo.

Os mercados monetários tiveram escassez de recursos entre segunda (16) e terça-feira (17), que fez com que houvesse elevação da taxa de empréstimos de um dia, lastreados em títulos do Tesouro. Além disso, o Fed comprou cerca de US$53,2 bilhões em títulos para aumentar a liquidez, uma medida que não implementava há uma década.

Corte de Juros também nos EUA –
O Fed cortou pela segunda vez, desde 2008, a sua taxa de juros de referência em 25 pontos base, para ajudar a proteger sua economia contra a desaceleração global. O BC americano deixou aberta a possibilidade de novos cortes de juros, mas apenas sete dos dez membros do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc) votaram a favor do corte.

A taxa de juros agora está entre 1,75% e 2,0% ao ano e a expectativa do Fed é de que a economia americana desacelere neste ano.

Estas foram as principais notícias desta semana.
Ótimo final de semana e até a próxima sexta!

Veja Também