Semana em 1 Minuto Fechar

Semana em 1 Minuto #84: Paulo Guedes confirma 17 privatizações, Trump pressiona FED, Taxa de juros na China, e mais!

23 de agosto de 2019 PatrimonoPatrimono

Se você preferir, pode ouvir este resumo em áudio aqui:

Além disso, você pode ouvir o Semana em 1 Minuto no seu leitor de podcast favorito!

Paulo Guedes confirma 17 privatizações, Trump pressiona FED, Taxa de juros na China, e mais. Confira abaixo essas e outras notícias da semana: 

Paulo Guedes confirma 17 novas privatizações para 2019 – 
O ministro da Economia anunciou o plano nesta semana. “Vamos acelerar. Tem gente grande aí que acha que não será privatizado e vai entrar na faca“. O ministro também elogiou o modelo de fusão entre Boeing e Embraer.

Para ele, o ideal seria fazer mais dois ou três negócios do tipo. “Nós vamos seguir (com as privatizações), é um tempo bom, vai dando certo. Ano que vem tem mais”, completou. O conselho do PPI (Programa de Parcerias e Investimentos) aprovou desestatizações e autorizou estudos, processos de licenciamento ambiental e pilotos em diversas áreas.

Entre as possíveis privatizações estão nove empresas: Serpro, Dataprev, ABGF, Ceagesp, Emgea, Ceitec, Telebras, Correios, Porto de Santos e Codesp. Outras já estavam na lista, como Eletrobras e Casa da Moeda.

Os projetos incluídos no PPI ainda passarão por estudos que analisarão o melhor modelo para ser seguido.

Caixa lança novo crédito imobiliário – 
O banco lançou uma linha de crédito imobiliário atualizada pela inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), com taxas entre 2,95% e 4,95% ao ano.

Segundo o governo, o novo modelo vai reduzir os juros para a compra de um imóvel, embora o IPCA seja considerado mais instável do que a Taxa Referencial (TR), usada atualmente. Hoje, a taxa mínima é composta pela TR mais juros entre 8,5% e 9,75% ao ano.

As novas regras entrarão em vigor para novos contratos a partir do dia 26 de agosto. O financiamento será de até 80% do valor do imóvel. 

Investimentos de ventures capital e private equity devem crescer – 
Conforme dados da Associação Brasileira de Private Equity e Venture Capital em parceria com a consultoria KPMG, esses tipos de aporte no Brasil devem subir 9% em relação ao ano passado – para R$14,8 bilhões. Em 2019, os fundos de venture capital já investiram R$3,4 bilhões em 76 startups, enquanto os fundos de private equity investiram R$4 bilhões.

Argentina muda ministro da Economia
No último sábado (17), o presidente da Argentina, Mauricio Macri, decidiu substituir o atual ministro da Economia, Nicolás Dujovne, que estava no cargo desde o começo de 2017. Em seu lugar assume Hernán Lacunza, que era ministro da Economia da Província de Buenos Aires.

Um dos motivos para a substituição de Dujovne foi sua oposição às medidas anunciadas por Macri na tentativa de reverter a sua derrota política nas eleições primárias e dar novo fôlego a disputa do primeiro turno. O pacote de medidas incluem cortes em impostos, congelamentos e aumento do salário mínimo.

Trump pressiona Federal Reserve –
Na última segunda-feira, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reforçou sua campanha de pressão para que o Federal Reserve (Fed, o banco central americano) corte a taxa de juros em 1 ponto percentual. Por meio do Twitter, o presidente americano sugeriu que a economia do país está “muito forte” e culpou o presidente do Fed, Jerome Powell, e a oposição democrata por fazer parecer o contrário visando as eleições de 2020.

Uma pesquisa da National Association for Business Economics (Nabe) indica que cada vez mais economistas estão com expectativa para recessão econômica do país nos próximos dois anos. A próxima reunião do Fed está marcada para os dias 17 e 18 de setembro.

Taxa de juros na China –
O Banco Central da China, divulgou um plano de reforma da taxa de juros, cujo objetivo é reduzir os custos de financiamento para empresas que enfrentam problemas com a desaceleração da economia.

Em comunicado, o banco informou que a Taxa de Empréstimo Prime substituirá as taxas de juros de referência que os credores usam quando avaliam novos empréstimos.

A Taxa de Empréstimo Prime é usada pelos bancos comerciais aos seus melhores clientes. A medida visa reduzir substancialmente os custos de empréstimos para as pequenas empresas da China.

Privatização da Petrobras –
Equipe econômica do governo pretende privatizar a Petrobras até 2022, último ano do mandato do presidente Jair Bolsonaro. O processo de privatização foi desenhado em 2016 na gestão de Pedro Parente, e de acordo com especialistas pode ocorrer por meio da venda de ativos.

Paulo Guedes, atual ministro da Economia, defende publicamente a privatização, apesar de possuir desafios para implementá-la.

Inflação e confiança do consumidor melhoram em agosto –
O IBGE divulgou ontem o IPCA-15 de agosto, que registou alta de 0,08%. O resultado, que veio bem abaixo da mediana do mercado (0,16%), corrobora a tese de que a inflação permanece baixa no Brasil. Para saber mais sobre o resultado, você pode acessar a análise completa aqui.

Estas foram as principais notícias desta semana.

Ótimo final de semana e até a próxima sexta!


Veja Também