Semana em 1 Minuto Fechar

Semana em 1 Minuto #83: BC venderá dólares à vista, Eleições na Argentina, Atividade Econômica Chinesa, e mais!

16 de agosto de 2019 PatrimonoPatrimono

Se você preferir, pode ouvir este resumo em áudio aqui:

Além disso, você pode ouvir o Semana em 1 Minuto no seu leitor de podcast favorito!

BC venderá dólares à vista, Eleições na Argentina, Atividade Econômica Chinesa, e mais. Confira abaixo essas e outras notícias da semana: 

Banco Central anuncia que venderá dólares à vista das suas reservas internacionais –
Essa é a primeira vez que a instituição monetária atua vendendo moeda norte-americana desde fevereiro de 2009. A medida é adotada em meio à crescente demanda das empresas brasileiras por dólares.

Muitas estão quitando operações de crédito feitas no exterior e, ao mesmo tempo, fechando novas operações de financiamento dentro do País.

Recessão na Argentina –
Após derrota de Mauricio Macri, atual presidente argentino, nas eleições primárias no país, mercado reage negativamente. Com o resultado surpreendente de vantagem da oposição em 15 pontos percentuais, o dólar teve alta de 30% em relação à moeda argentina, resultando em uma cotação de 60 pesos por dólar.

No mesmo ritmo de queda, a bolsa argentina apresentou uma perda de 37,93% e o índice Merval, referência da bolsa de Buenos Aires, ficou em 27.530,80 pontos. As eleições primárias servem como uma prévia do apoio a cada candidato. O primeiro turno das eleições está marcado para 27 de outubro.

PIB deve crescer 0,9% em comparação anual do segundo trimestre de 2019 –
O Índice de Atividade Econômica (IBC-Br) de junho surpreendeu positivamente ao apresentar crescimento de 0,3% na comparação mensal.

Até a última sexta-feira, a projeção para o PIB do segundo trimestre de 2019 era de 0,5% na comparação anual.

Atividade econômica chinesa desempenha pior do que o esperado –
A atividade econômica da China voltou a mostrar desempenho pior do que o esperado em meio a novos sinais de desaceleração apresentados tanto pela indústria quanto pelo consumo.

A produção industrial chinesa subiu 4,8% na comparação anual de julho, ficando abaixo das expectativas (5,9%). Em relação a junho, a indústria chinesa cresceu apenas 0,19%. As vendas no varejo chinês também frustraram as expectativas ao apresentarem expansão anual de 7,6% em julho, menor do que a alta de 9,8% observada em junho.

Estas foram as principais notícias desta semana.

Veja Também