Presente na última edição do XP Investor Day, a Patrimono trouxe novidades para você!

8 de agosto de 2018 Richardson RibeiroRichardson Ribeiro

Nos dias 18 e 19 de julho, a Patrimono participou do Investor Day, em São Paulo, organizado pela XP Investimentos. A XP aproveitou o evento, que é um dos mais importantes do mercado financeiro, para anunciar algumas novidades.

A primeira novidade é que a empresa, que já possui 2 escritórios nos Estados Unidos (Nova York e Miami) e oferece assessoria e soluções de investimento no exterior, melhorará a experiência com os usuários e em breve será possível abrir uma conta on-line nos Estados Unidos em questão de minutos, assim como o processo já é feito no Brasil.

O assessor conseguirá acompanhar detalhadamente a carteira dos clientes de ambas as contas (Brasil e Estados Unidos). Além disso, você poderá transferir recursos online da sua conta XP no Brasil para a sua conta XP nos Estados Unidos.

A novidade em previdência privada é que agora você consegue acompanhar a rentabilidade do seu plano através do site. Em breve, poderá efetuar aportes em seus planos diretamente pelo site, de forma simples e rápida.

Para as viagens internacionais, a XP oferecerá um seguro que o cliente poderá contratar diretamente com assessor e viajar mais tranquilo.

E as novidades não param por aí. Nos próximos meses, será possível fazer o agendamento de resgate em determinando fundo de investimento com a aplicação automática em outro.

Será possível também agendar o resgate de um fundo de investimento e o envio da TED para o banco de forma automática, sem que precise aguardar o resgate entrar na conta para comandar a transferência do dinheiro.

Nos próximos meses, será lançado um novo aplicativo para acompanhamento da sua carteira de investimentos.

Ao final do evento, o gestor da Verde Asset, Luis Stuhlberger, falou sobre o contexto externo, interno e o que se deve esperar do mercado. Para ele, em relação ao resultado primário recorrente, houve uma piora desde 2015, mas a dinâmica da dívida melhorou em relação ao que se previa há dois anos.

Ou seja, a dívida bruta em relação ao PIB é hoje equivalente a 84% do PIB e os motivos para isso são um controle rígido do gasto discricionário, devolução do BNDES de 4,7% ao Tesouro Nacional, receitas não recorrentes (repatriação, concessões, REFIS, BNDES, outros) e a taxa de juros que caiu muito e está no menor patamar histórico.

Stuhlberger comentou sobre as reformas já realizadas, que foram cruciais para permitir que os juros chegassem ao patamar de 6,5% ao ano e citou a implantação do regime de metas do BACEN, a criação da TLP, a recuperação de algumas inadimplências, a reversão das dívidas e a melhora na qualidade das agências reguladoras como avanços positivos já obtidos em nosso país.

Uma das reformas mais relevantes sob o ponto de vista do gestor foi a trabalhista. As ações trabalhistas caíram em 42% desde a sua implantação e se por um lado isso foi positivo para o Brasil por outro reduziram a popularidade do governo atual.

Na esfera política, Luis citou que as principais preocupações dos eleitores brasileiros são com relação a saúde, violência, desemprego e corrupção e esses deverão ser os temas centrais discutidos pelos candidatos.

Por fim, o gestor comentou que, devido à inclinação na curva de juros futuro, ainda visualiza prêmio de risco elevado e, por conta disso, está fortemente posicionado em títulos públicos federais, mais especificamente em Tesouro IPCA + 2024 (NTN-B).

E assim terminou a jornada pelo Investor Day, onde os assessores Caio Rangel Rengel, Richardson Ribeiro e Roberto Seidel representaram o time da Patrimono.

Esperamos que tenha gostado das novidades!


Veja Também