Semana em 1 Minuto Fechar

Entenda a diferença entre o gerente de banco e o assessor de investimentos

16 de agosto de 2016 Leandro Corrêa, CFP®Leandro Corrêa, CFP®

Você já parou para pensar em quem paga o salário do seu gerente de banco?

Em uma de suas cartas aos acionistas da Berkshire Hathaway, Warren Buffett recomenda um livro chamado “Where are the Customers Yachts?”, de Fred Schwed Jr. O autor do livro, escrito em 1940, começou a trabalhar em Wall Street em 1927 e, passados alguns anos, mudou de vida.

O título do livro faz referência a uma velha piada de Wall Street sobre um turista que está na enseada de Nova York e é apresentado aos charmosos iates dos banqueiros. Ingenuamente, ele faz a pergunta: mas onde estão os iates dos clientes?

A visão de Schwed de Wall Street, retratada com humor, é arrasadora e eu poderia compará-la com o que acontece hoje no Brasil, na relação dos investidores com os bancos.

Todo mundo sabe que os bancos não tem lá uma fama muito boa, do ponto de vista dos seus clientes, quando se trata de investimentos. No mundo, todos os serviços bancários são sempre muito mal avaliados por qualquer métrica de qualidade e lealdade.

O grande problema é o conflito de interesses direto entre o gerente, que precisa lhe vender o máximo de produtos do próprio banco, e o cliente, que deseja investir melhor o seu dinheiro.

No fim, o que está acontecendo é que só os banqueiros podem comprar seus iates, enquanto os clientes estão pagando essa conta. Quando, na verdade, o que deveria ocorrer é exatamente o contrário. Nós, da Patrimono, queremos mudar isso e é por isso que estamos aqui para ajudar você.

A diferença entre o gerente de banco e o assessor de investimentos

No banco, você tem um gerente para cuidar da sua conta corrente e operações do dia-dia. No entanto, na hora de planejar o futuro e decidir onde investir seu dinheiro, é melhor contar com a ajuda de quem entende do assunto.

  • O que faz o Gerente: seu gerente é responsável por cuidar do dia a dia da sua conta corrente, como pagamento de contas, transferências, empréstimos e outras coisas ligadas à sua conta. Além disso, o seu gerente precisa lidar diariamente com centenas de contas diferentes. Por isso, ele só se aproxima quando você realmente precisa de uma atenção especial;
  • O que faz o Assessor: o seu assessor vai estudar tudo o que compõe a sua estrutura financeira atual e seu o estilo de vida para descobrir o melhor investimento para você a curto, médio e longo prazo. Aqui na Patrimono, os assessores estão continuamente perto de você e dos seus investimentos, tirando dúvidas, apontando riscos, apresentando oportunidades e indicando produtos alinhados ao seu perfil de investidor.

Produtos próprios ou plataforma aberta?

O gerente é obrigado a trabalhar apenas com os produtos financeiros do próprio banco. Isso limita sua capacidade de entregar uma carteira de investimentos totalmente adaptada a você e seus objetivos. Na Patrimono, os assessores contam com a ampla plataforma de investimentos da XP e estão sempre em busca dos melhores investimentos, inclusive nos ativos dos bancos.

Como funciona a Assessoria na Patrimono em 4 passos

No cenário econômico atual, estar bem assessorado nos investimentos é imprescindível. Na Patrimono, você pode contar com acompanhamento personalizado para te ajudar a tomar as melhores decisões, com transparência e eficiência. A nossa missão é fazer com que você invista melhor e, claro, alcance todas as suas metas pessoais.

Aqui, um assessor de investimentos exclusivo mantém com você um relacionamento baseado em 4 passos, que vão desde o entendimento dos seus objetivos até a estruturação e implementação de uma carteira de investimentos sob medida. E não se preocupe: mesmo com toda a orientação, entendemos que a decisão final é sempre sua.

  1. Entendimento do cliente: o primeiro passo no trabalho de um assessor de investimentos é orientá-lo e conhecê-lo a fundo, definindo seu perfil de investidor, entendendo sua situação de vida atual e analisando suas necessidades de curto, médio e longo prazo;
  2. Definição da carteira: a partir dessas informações, o assessor identifica e apresenta soluções de investimentos focadas nos seus objetivos. Lembre-se: você sempre pode e deve participar ativamente da alocação de seus investimentos;
  3. Implementação: com a estratégia em mãos, o assessor busca as opções de investimentos mais aderentes às suas necessidades e implementa o plano financeiro, alocando recursos nos produtos mais adequados.
  4. Acompanhamento: através de contatos telefônicos ou encontros presenciais recorrentes, o assessor de investimentos monitora e adapta a carteira à sua trajetória de vida e às próprias mudanças do mercado financeiro. Esse trabalho é tão ou mais importante que as etapas iniciais de análise, elaboração da estratégia e implementação.

Quer saber mais?

Assista ao vídeo que a XP preparou sobre o nosso trabalho e descubra uma maneira mais eficiente de investir e planejar o seu futuro.

Saiba mais sobre a Patrimono em www.patrimono.com.br


Veja Também